domingo, 6 de abril de 2008

Carta aos alunos.


Tecnologia aproxima as pessoas?

Você possui um telefone fixo? Possui telefone celular? Tem acesso a internet? Se a resposta foi sim para alguma dessas perguntas você, caro leitor, deve estar muito acostumado com a praticidade de comunicar-se “instantaneamente” com qualquer pessoa a qualquer momento em qualquer parte do globo, embora na maioria das vezes falamos (ou teclamos) com pessoas que estão a poucos metros.
Imagine voltar no tempo uns 20 anos. Sua vida sem celular e internet. O que sobra é o telefone fixo. Opa, estamos esquecendo da TV e do rádio. Embora a resposta não seja imediata, podemos estabelecer um diálogo através da TV e do rádio. Para isso basta telefonar para a emissora e deixar um recado. Ou então escrever uma carta e enviar pelo correio, mas não é o eletrônico!
Agora volte 200 anos (exagerei?), lembre-se que os primeiros telefones foram desenvolvidos na década de 1860. Então a 200 anos atrás não havia telefone nem TV, mas as cartas... (Ah! ... A escrita foi desenvolvida pelo homem há milênios!).
Pense: qual é a diferença fundamental na comunicação através dos meios (ou mídias) citadas acima? Telefone, celular, internet, TV, rádio, carta ... Falada ou escrita, a comunicação é diferente, essencialmente, na rapidez da resposta.
A tecnologia tornou mais presente a idéia do instantâneo, no nosso dia-a-dia. As relações pessoais foram modificadas permanentemente, mas como tudo na vida, o mais importante é o equilíbrio entre a qualidade e quantidade. Então: “—Tecnologia aproxima as pessoas?” Acredito que sim, para os equilibrados, e não para os desequilibrados.

Um comentário:

Leonardo disse...

Até que o blog é bem legal.(Risos)
Você deve estar começando né?
Tem pouco conteúdo ainda...
Mesmo assim está ótimo, você escreve bem.

-> Sempre que for possível virei visitá-lo.

Abraço, léo.